Os maiores heróis negros da DC Comics

Os maiores heróis negros da DC Comics

Hoje, (20/11) é dia da Consciência Negra, uma data para lembrar da luta dos direitos dos negros. Os quadrinhos foram um dos meios que ajudou a quebrar o preconceito na sociedade. Ao longo das histórias em quadrinhos, vemos as narrativas e personagens refletirem temas da sociedade.

A DC foi uma das pioneiras em criar heróis negros nos quadrinhos, hoje, celebrando esse dia, vamos conhecer alguns deles.

5. Raio Negro


Raio foi criado em 1977 por Tony Isabella e Trevor Von Eeden e fez história logo em sua estreia. Ele se tornou o primeiro super-herói afro-americano a ter a sua própria HQ solo. Jefferson Pierce, era um professor que virou um super-herói depois que um dos seus alunos foi assassinado.

Através de seus poderes, ele pode criar e manipular campos eletromagnéticos e usar eletricidade de várias formas. Além disso, o cara já foi membro da Liga da Justiça e dos Renegados.

4. Vixen


Mari McCabe é uma super-heroína africana. Seus poderes são de origem divina e surgem através da sua ligação a seu colar: o Tantu Totem. Um objeto mágico que foi dado aos seus antepassados pelo deus africano Anansi, e que lhe permite ter habilidades de qualquer animal que ela desejar.

Diferente de Mutano, ela não se transforma exatamente em um animal em si, mas, faz auras astrais e absorve a essência deles a dando instinto de qualquer animal através de seu colar. Ela consegue invocar a velocidade de um leopardo, a força de um urso, voar como uma águia... toda e qualquer habilidade do mundo animal.

3. Super Choque


Virgil Howkins é um adolescente meta-humano, que após de uma briga de gangues liberar um gás toxico, ele ganha superpoderes. Ao descobrir isso, ele adota a identidade de Super Choque. Criado em 1993 por Dwayne McDuffie e John Paul Leon, ele ficou muito conhecido depois de sua série animada dos anos 2000, e se tornou mega popular.

Ele possui os superpoderes de absorver, gerar e manipular energia eletromagnética que pode usar como ataque e como defesa criando escudos protetores.

Em um dos diversos episódios de sua série dos anos 2000, vemos o racismo ser abordado. Num episódio especifico, o pai do Gear, o melhor amigo de Virgil, o trata com preconceito por causa de sua cor. No fim, o pai de Virgil dá uma verdadeira lição de moral, mostrando que todos nós somos iguais, independentemente de sua cor.

2. John Stewart (Lanterna Verde)


Jhon é um dos maiores Lanternas Verdes da DC. Criado em 1971 por Dennis O’Neal e Neal Adams, John Stewart é um veterano da Marinha dos Estados Unidos. O cara fez história na DC, sendo o primeiro herói afro-americano da Casa das Lendas. Ele foi o substituto de Hal Jordan na Tropa dos Lanternas Verdes.

Depois disso, John dedicou sua vida a combater as injustiças e se tornou o primeiro humano a ser um Guardião do Universo, a raça imortal que fundou a Tropa dos Lanternas Verdes.

1. Cyborg


Victor Stone é um dos personagens mais icônicos da DC, ele é um dos fundadores da Liga da Justiça e um dos maiores membros dos Jovens Titãs.

Victor era um ótimo jogador de futebol americano do time de sua faculdade, mas, depois de uma invasão alienígena ele ficou extremamente ferido ao ser atingido por um raio que desfez quase todo o seu corpo.

Ele foi salvo por seu pai que o reconstruiu com componentes robóticos e cibernéticos. Victor conseguiu sobreviver, agora metade homem e metade máquina, algo que o atinge profundamente e faz Cyborg não querer aquilo para ele.

Ao receber os implantes tecnológicos, ele ganha superforça, seus braços podem se transformarem em armas de todos os tipos, consegue voar e seu corpo é extremamente resistente. Cyborg ainda pode se comunicar e manipular com todas as formas de tecnologia.


Curtiu a lista? Faltou alguém que você colocaria na lista? Conta aí nos comentários. Acesse também nossa página parceira @legadodc.
Gosta do CineVicio? Também estamos no Instagram e Facebook, siga-nos por lá e receba nosso conteúdo direto na sua rede social. Siga também nosso parceiro no Instagram Um Nerd Cômico.
Mostrar comentários